Realidade Aumentada, Virtual e Mista: Qual é a diferença?

Realidade Aumentada e Realidade Virtual estão certamente entre os assuntos do momento. Eles aparecem frequentemente em filmes e seriados (como Black Mirror e Altered Carbon).

Independente do que é mostrado na ficção, ambos os conceitos vem sendo frequentemente utilizados em diversas aplicações, tanto para jogos, quanto para uso em fins corporativos, de educação e saúde por exemplo. Mas muita gente ainda confunde os dois conceitos. Então calma, estamos aqui para descomplicar!

Realidade Aumentada

A Realidade Aumentada se baseia na inserção de elementos virtuais no mundo real. Dessa forma, o usuário continua visualizando o mundo real, porém com “algo a mais”. É como se a tecnologia estivesse apenas acrescentando camadas no mundo real. O exemplo mais conhecido de Realidade Aumentada é o jogo Pokemon Go, onde os pokemons são acrescentados acima da visualização do mundo real.

pokemon-go-arplus-iphone-x-980x620

A Realidade Aumentada pode estar presente em inúmeros devices como Smartphones, Tablets e principalmente Smart Glass (óculos inteligentes), como Google Glass, Vuzix, ODG, Epson Moverio, entre outros.

Nestes dispositivos é possível, por exemplo, visualizar (através de camadas adicionais ao mundo físico), informações sobre um determinado produto ou objeto, visualizar setas de direção indicando caminhos e até mesmo ver o Pelé jogando em pleno Maracanã (imagina isso na Copa!).

AR-Maintenance

Realidade Virtual

A Realidade Virtual é a mais conhecida pelo grande público. Nela, o usuário fica completamente imerso em outro mundo e não consegue visualizar o mundo real.

Essa tecnologia pode ser utilizada para fornecer experiências imersivas. É muito utilizada em jogos, educação, turismo e no setor imobiliário para que os clientes visualizem um apartamento decorado, podendo interagir com os objetos, visualizar a vista etc.

Também possui grande aplicação no mundo corporativo. Através das chamadas experiências VR, funcionários de uma empresa participar de um treinamento como se estivessem em uma operação real.]

Multi ethnic group of students using virtual reality cardboard goggles in the classroom.

Realidade Mista

Ainda existe um terceiro conceito que é pouco conhecido do público em geral: Realidade Mista. Também conhecida como realidade híbrida ou hiper-realidade, a Realidade Mista combina os mundos real e virtual.

Nesse caso, o hardware que está sendo utilizado mapeia as superfícies do mundo real (paredes, mesas etc) e mescla o mundo virtual com essas superfícies, gerando imagens holográficas que interagem com o mundo físico. Em resumo, na Realidade Mista, você continua visualizando o mundo real, mas com pitadas do mundo virtual interagindo com o real.

Imagine por exemplo que você está jogando um jogo e os adversários saem da sua parede, o que você pode manipular um objeto virtual na mesa da sua sala.

O device mais conhecido no mercado para Realidade Mista é o Hololens, da Microsoft.

RM

Flávio França é CEO e fundador da Media Glass, a pioneira no Brasil em aplicativos para Tecnologias Vestíveis. Flávio é também um dos primeiros Google Glass Explorers do Brasil e é palestrante em eventos de empreendedorismo e inovação.


Tags: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *